terça-feira, 9 de julho de 2013

9 de julho: Um dos ‘M’ do MMDC é de São Manuel

Reprodução
Uma imagem clássica em referência à Revolução de 32: soldado com bandeira do Estado
Poucos conhecem a fundo a história da Revolução Constitucionalista de 1932, mas muitos já devem ter ouvido falar na sigla MMDC - que teve origem após a morte de quatro jovens que lutaram contra o governo de Getúlio Vargas, dando origem à Revolução de 32.
Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo: esses são os nomes que emprestaram suas iniciais para o que, mais tarde, se tornaria um movimento clandestino que oferecia treinamento de guerrilha aos paulistas contrários ao governo de Getúlio Vargas. Eles morreram em 23 de maio de 1932 em um combate, após invadirem as dependências da Liga Revolucionária, célula apoiadora do regime instalado por Vargas.
Martins, um dos “M” da sigla, nasceu na cidade de São Manuel em 08 de fevereiro de 1901. Filho do coronel Juliano de Almeida e de Francisca Alves de Almeida, protagonizou, junto com seus companheiros, o acontecimento mais importante da revolução.
A cidade orgulha-se de ter um personagem envolvido em um acontecimento que marcou a história do país. O prefeito de São Manuel, Marcos Monti, lembra que, na cidade, existem homenagens ao combatente: “Em nosso município há medalha de bravura que leva o seu nome. Temos também uma rua e uma sala no museu local com o seu nome”. O museu conta com diversos documentos e fotos que mostram a importância da Revolução.
Sobrinho
Martins deixou um sobrinho, que ainda mora na cidade: Mariano Martins, e administra a fazenda cafeeira da família. Segundo Monti, ele “conserva com carinho os documentos, móveis, utensílios e pertences da época”. “Visitar a fazenda é como voltar no tempo. Tudo muito bem conservado e cuidado. Um patrimônio inestimável”.
Os restos mortais de Martins encontram-se no Monumento ao Soldado Constitucionalista de 32, também conhecido como o Obelisco do Ibirapuera, localizado em São Paulo.
Porém, houve, na época, um enterro simbólico no cemitério Municipal de São Manuel, onde ainda existe a homenagem.
Divulgação Divulgação
 
Monumento em cemitério lembra filho ilustre Mário Martins: morto durante combate

Fonte: Jornal da Cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo ao site Aparecida no Foco, deixe seu comentário.